facebook
WhatsApp

Notícias

Hospital Santa Izabel disponibiliza exame de alta precisão para câncer de próstata

Quarta, 14 Novembro 2018

Hospital Santa Izabel disponibiliza exame de alta precisão para câncer de próstata

A população baiana agora conta com um novo equipamento que aumenta as chances de identificação e tratamento do câncer de próstata, doença que, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), atinge 2 milhões de homens por ano no Brasil. De forma  pioneira na Bahia, o Hospital Santa Izabel começou a oferecer ontem (13) um exame avançado, que utiliza o traçador PSMA marcado com Galio-68, um radiofármaco produzido dentro do próprio hospital para exames de imagem de alta precisão no Setor de Medicina Nuclear. O primeiro paciente assistido foi um homem de 65 anos.

Segundo os especialistas, o PET/CT com PMSA -Gálio-68 tem se mostrado eficaz, seguro e resolutivo, principalmente para a localização de células tumorais e lesões metastáticas em câncer de próstata. "É um método tão revolucionário que está fazendo com que as abordagens ao câncer de próstata estejam sendo revisitadas, além de possibilitar tratamentos mais precisos e com resultados mais favoráveis", diz Adelina Sanches, médica da equipe do Hospital Santa Izabel e presidente da Regional Bahia da Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear.  

Adelina explica ainda que a nova tecnologia tem abordagem específica e com altíssima resolução para a próstata, o que possibilita detectar com mais precisão a doença em pacientes que já passaram por tratamento, seja por meio de cirurgia ou radioterapia. Muitas vezes esses pacientes apresentam aumento no valor do PSA (marcador sanguíneo de produção de substância relacionada à próstata) sem a identificação do local exato onde está situada a doença.

"Com esse novo equipamento, que identifica 50% mais lesões do que os exames tradicionais, vamos conseguir identificar o local exato da doença e assim poder, por exemplo, submeter um paciente à cirurgia em vez do tratamento radioterápico", acrescenta a especialista. O novo exame auxilia ainda os médicos a identificarem se existem células de câncer em outras partes do corpo (metástases) ou, em alguns casos, em meio ao tecido normal da próstata.

O sistema do gerador de Gálio-68 também contemplará pacientes com tumores do sistema neuroendócrino, que antes eram submetidos ao exame de cintilografia. "Hoje conseguimos detectar com capacidade superior e de forma mais precoce tumores muito menores do que os identificados por meio da cintilografia", afirma Adelina Sanches, acrescentando que além da aquisição do equipamento, o Hospital Santa Izabel investiu na melhoria física do Serviço de Bioimagem e na capacitação da equipe técnica que atua no setor.      

Filiações

  • Abrahue
  • Abrh Ba
  • Ahseb
  • Cmb
  • Coniacc
  • Fesfba
  • Ibross
  • Sindifiba
  • Uicc
  • ANAHP

    Certificações

    • Ona
    • Hemodinamica
    • Iqc