facebook
WhatsApp

Notícias

Novembro Azul: novas tecnologias são aliadas no tratamento do câncer de próstata

Segunda, 25 Novembro 2019

Novembro Azul: novas tecnologias são aliadas no tratamento do câncer de próstata

Cerca de 68.220 novos casos de câncer de próstata são estimados para esse ano no Brasil, o que corresponde a uma probabilidade de 66 novos diagnósticos da doença a cada 100 mil homens. No mês da campanha Novembro Azul, ganha ainda mais destaque a importância de medidas voltadas ao combate do tipo de câncer mais comum entre a ala masculina no país, sem considerar os tumores de pele não melanoma.

Hoje, um dos aspectos que tem chamado atenção no combate ao câncer de próstata é a tecnologia. Diferentes inovações têm permitido não somente a exatidão do diagnóstico como também eficiência no tratamento do problema. No Hospital Santa Izabel, administrado pela Santa Casa da Bahia, em Salvador, um exemplo disso é o exame PET/CT com PSMA, realizado de forma pioneira no hospital desde novembro de 2018.

Esse exame utiliza o traçador PSMA marcado com Galio-68, para identificar a localização de células tumorais e lesões metastáticas em câncer de próstata. “É um método tão revolucionário que está fazendo com que as abordagens ao câncer de próstata sejam revisitadas, além de possibilitar tratamentos mais precisos e com resultados mais favoráveis", diz Adelina Sanches, médica da equipe do Hospital Santa Izabel.

A especialista explica ainda que a nova tecnologia tem abordagem específica e com altíssima resolução para a próstata, o que possibilita detectar com mais precisão a doença em pacientes que já passaram por tratamento, seja por meio de cirurgia ou radioterapia. Em um ano de aplicação no Santa Izabel, já foram realizados cerca de 400 exames PET/CT com PSMA.

Um robô que ajuda a salvar vidas – Outro exemplo de avanço no combate ao câncer de próstata é a realização de cirurgias robóticas. Apenas nos Estados Unidos, mais de 90% de todas as prostectomias radicais (retirada de toda a próstata afetada pelo câncer) são realizadas com esse método.

No Hospital Santa Izabel, que é pioneiro na realização de cirurgias robóticas na Bahia, com o auxílio do robô Da Vinci, 70% dos procedimentos realizados com esse método foram para tratamento do câncer de próstata. De acordo com o médico Luis Martinho, responsável pelo programa de Cirurgia Robótica do Hospital Santa Izabel, entre os benefícios, estão a melhor visualização da região a ser tratada e o acesso a estruturas que em outras técnicas é mais difícil, o que confere precisão.

Além disso, a aplicação do Da Vinci é ideal em procedimentos que exigem alto detalhamento anatômico ou realizados em pequenos espaços e cavidades, como a próstata, e o tempo de recuperação do paciente é menor. “Enquanto em outros procedimentos, a pessoa pode ficar de 4 a 5 dias internadas, com a cirurgia robótica, ela é liberada em até 48 horas”, diz Martinho.

Filiações

  • Hospitais Saudaveis
  • Rede Global
  • Abrahue
  • Abrh Ba
  • Ahseb
  • Cmb
  • Coniacc
  • Fesfba
  • Ibross
  • Uicc
  • ANAHP

    Certificações

    • QMENTUM
    • Ona
    • Hemodinamica
    • Selo HIMSS