facebook
WhatsApp

Notícias

Você tem dúvidas sobre a mamografia?! Dra. Gabriela Oliveira, mastologista do HSI, comenta as principais dúvidas a respeito deste importante exame

Sexta, 02 Fevereiro 2018

Você tem dúvidas sobre a mamografia?! Dra. Gabriela Oliveira, mastologista do HSI, comenta as principais dúvidas a respeito deste importante exame

- “Só devo fazer mamografia a partir dos 40 anos?”

A Sociedade Brasileira de Mastologia recomenda mamografia anual para mulheres com mais de 40 anos. Porém, as mulheres consideradas de alto risco, a exemplo das que possuem casos de câncer de mama ou ovário em parentes de primeiro grau, (pai, mãe, irmãos e filhos) deverão iniciar o rastreamento mais cedo, conforme orientações do seu mastologista. Recomenda-se em casos específicos mamografia 10 anos antes do caso índice da família, porém não antes dos 25 anos.

 

- “O exame dói muito?”

A mamografia é um exame de radiografia das mamas e, para avaliação adequada dos tecidos, é necessária uma compressão. Trata-se de um exame desconfortável, porém não é muito doloroso. Lembrem-se: o importante é termos em mente que a mamografia está associada a melhora da sobrevida de mulheres pelo diagnóstico de tumores muito pequenos e pela descoberta de alterações pré-malignas (lesões que não são câncer de mama, mas podem se tornar). Outra dica interessante é realizar a mamografia fora do período pré-menstrual, já que as mamas ficam mais edemaciadas e dolorosas nessa fase.

 

- “Qual a importância do auto exame? Ele substitui a mamografia e as consultas com os mastologistas?”

A principal função do auto exame mensal das mamas é o maior conhecimento corporal e permitir o retorno mais precoce ao mastologista em caso de dúvidas. Ele não substitui a ida ao mastologista, nem tampouco a mamografia para o rastreamento. Lembrar que com a mamografia estamos procurando lesões não palpáveis, e, portanto, não identificadas necessariamente no exame físico. Já a consulta com o mastologista é essencial para identificação de fatores de risco, sinais e sintomas sugestivos da doença.

 

- “Tenho silicone, será que posso fazer o exame?”

Sim. Não existe contraindicação para realização da mamografia em pacientes portadoras de prótese de silicone. Essas pacientes deverão realizar mamografia e no momento do exame serão submetidas a incidências adicionais para avaliação adequada da mama, chamada Manobra de Eklund.

 

- “A radiação é muito arriscada?”

Não. O risco de câncer de mama provocado pela radiação é pequeno e muito inferior às vidas salvas com os diagnósticos precoces pela mamografia.  Estima-se que teremos um caso de câncer induzido pela radiação em cada 100.00 mulheres rastreadas entre os 50 e 69 anos. Vale lembrar que as lesões induzidas pela radiação podem ser tratadas e que o rastreamento mamográfico realizado em 100.000 mulheres salva cerca de 350 pacientes.

 

 - “ E as mamografias anteriores? Posso descartar?”

A comparação entre os exames é essencial para uma análise mais detalhada da mamografia. Portanto, a recomendação é sempre levar os exames anteriores no dia do exame e na consulta com o mastologista. Um achado pode se tornar insignificante se mantido sem alteração em diversos exames ao longo dos anos, ou pode se tornar suspeito, se aparece com alguma característica diferente entre um exame e outro. Eu costumo dizer para as minhas pacientes levarem sempre ao consultório as mamografias dos dois últimos anos. É importante essa conscientização porque realmente faz diferença.

 

- “Não tem casos de câncer de mama na minha família, por isso eu não corro riscos?”

Não. A maioria dos tumores de mama são esporádicos, ou seja, não associados com história familiar. Apenas 5 a 10 % dos cânceres de mama são relacionados a mutações familiares. Portanto, ter história familiar aumenta o risco individual dessa mulher, mas não ter mantém a necessidade de rastreamento mamográfico, já que 90 a 95% dos cânceres de mama ocorrem em mulheres sem uma história familiar rica.


- “O exame demora muito? Costumo não ter tempo”

Não, o exame em si tem uma duração aproximada de 10 minutos. Os atendimentos são realizados com horário marcado o que permite uma organização por parte dos pacientes. É necessário responder um pequeno questionário antes da realização e vale ressaltar que os planos de saúde cobrem o exame de mamografia para rastreamento da população alvo -  mulheres com mais de 40 anos.

 

 

*Para marcação no HSI, ligue 71 2203-8100

Filiações

  • Abrahue
  • Abrh Ba
  • Ahseb
  • Cmb
  • Coniacc
  • Fesfba
  • Ibross
  • Sindifiba
  • Uicc
  • ANAHP

    Certificações

    • Ona
    • Hemodinamica
    • Iqc